Jane Austen: não, ela não era conservadora.

Caras conservadoras, sinto informar, mas Jane Austen não defendia a família e o casamento: Jane Austen defendeu mulheres, criticou a a elite, a escravidão e a hipocrisia de sua época. Hoje, ela não estaria do lado das mulheres unidas contra o feminismo, ela estaria do lado das mulheres reais, como esteve em seu tempo, e dos homens que se permitem desconstruir.
Jane foi uma mulher de poder, que ousou escrever quando não deixavam mulheres escrever. Que ousou recusar uma dedicatória a rainha por não reconhecer nela poder. Que ousou ficar solteira quando todos insistiam em casar mulheres pra não ficarem tias. Jane falou sim da mulher inteligente, da mulher que lê, que assume as responsabilidades, que luta para viver. Ela não falou elogiando a vaidade exacerbada, tampouco a feminilidade como qualidade pra mulher. Elizabeth Bennet não era bonita ou feminina, era forte e destemida. Anne Elliot era leal e justa. De onde tiraram que ela defendia o papel da mulher de família? Não! Ela faz o oposto!
Parem de deturpar Jane pra servir aos moldes machistas do que é ser mulher. Jane criou mulheres donas de si que foram donas da sua vida. A obra dela não é sobre romances vazios e cristão. É sobre mulheres fortes e sobre quebrar o estereótipo do que é ser mulher pra uma sociedade hipócrita.

( em 28/06/2015 )

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s